Curta a nossa página
09/11 11h40 2017 Você está aqui: Home / Personalidade Catraca Imprimir postagem

Giselle Itié revela trauma de ter sido estuprada na adolescência

A cada 11 minutos, uma mulher é estuprada no Brasil de acordo com dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Entre as vítimas estão mulheres anônimas e celebridades como a atriz Giselle Itié.

Em uma entrevista para o canal do Youtube de Gabriela Pugliese, a atriz desabafou sobre a violência sexual que sofreu aos 17 anos e lhe deixou traumas.

"Sofri um estupro com 17 anos de idade, minha mãe soube na época, ela me ajudou horrores, mas só tive condições de contar para o meu pai quatro anos atrás", disse a atriz, que já havia comentado sobre o assunto em um depoimento para a campanha "Nem Uma a Menos", que relatava casos de abusos sexuais.

Giselle disse que, na época, não contou ao pai por ter medo da reação dele. "É um trauma. Existe esse trauma pois, infelizmente, a gente vive nesse mundo machista. 24 horas somos lembradas que somos de alguma forma um objeto. Um estupro é consequência dessa sociedade patriarcal que a gente vive", lamentou.

A atriz ainda revelou que perdeu a virgindade com a agressão. "Eu perdi minha virgindade nesse estupro. E a gente cresce com princesa, príncipe, perder a virgindade no casamento, essa é a educação que tive. Hoje em dia, cada  vez mais, eu me sinto abraçada, vários movimentos de mulheres falando [sobre o assunto]",

Atualmente com 35 anos, Giselle contou que só agora conseguiu cicatrizar a ferida da violência que sofreu. "Quando eu escrevi, eu entendi que eu tinha cicatrizado uma ferida que ainda estava aberta. Vivi no automático, fazendo novela, trabalhando, namorando, uns relacionamentos muito estranhos, que acho que vem dessa situação de 17 anos", analisou a atriz.

 
Fonte: Com informações do Catraca Livre


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas