Curta a nossa página
23/02 07h40 2020 Você está aqui: Home / Amor e sexo Emanuel Vital Imprimir postagem

Aprenda a identificar e tratar a fratura do pênis

A fratura ocorre quando o pênis em ereção é fortemente pressionado de forma errada, forçando o órgão a dobrar ao meio. Isso normalmente acontece quando a parceira está sobre o homem e o pênis escapa da vagina, fazendo com que ela sente abruptamente sobre o órgão do parceiro, causando o rompimento dos corpos cavernosos do órgão.

Outra causa mais rara é dobrar o pênis ereto com a mão na tentativa de interromper a ereção. Em geral, o tratamento é feito com cirurgia e a recuperação total demora cerca de 4 a 6 semanas.

Sinais de fratura no pênis
A fratura é fácil de ser identificada, pois é possível ouvir o barulho de um estalo no momento em que ocorre o rompimento dos tecidos do órgão. Logo em seguida ocorre dor forte, perda de ereção, hematomas de cor azulada ou preta e grande inchaço, podendo ainda aumentar o tamanho do saco escrotal. Caso a lesão afete também a uretra, é possível notar sangue ao urinar.

O que fazer
Logo que sentir os sinais da fratura peniana, deve-se ir ao pronto-socorro procurar ajuda. A confirmação da fratura é feita através de exame clínico e de imagem.

Como tratar
Depois do diagnóstico da fratura de pênis e da identificação do local onde houve a lesão, normalmente é necessário fazer uma cirurgia para reparar os tecidos rompidos. A recomendação é que o procedimento ocorra em até seis horas após o incidente. Quanto mais cedo for feita, menor a possibilidade de sequelas, como a disfunção erétil ou a tortuosidade peniana. Em geral, o tempo de internação é de 2 a 3 dias.

O tratamento apenas com remédios anti-inflamatórios e antibióticos é realizado apenas nos casos em que a fratura é muito pequena, sem lesão de uretra, com poucos hematomas e inchaço. Durante a recuperação, recomenda-se colocar gelo na região, tomar medicamentos que inibam a ereção noturna involuntária e não ter contato íntimo por cerca de 4 a 6 semanas.

Complicações
As complicações da fratura podem ser presença de curvatura no pênis e disfunção erétil.

No entanto, essas complicações geralmente só acontecem quando o tratamento no hospital não é feito ou quando o homem demora para buscar ajuda médica. (Com informações do portal Tua Saúde)

 

Metrópole


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas