Curta a nossa página
14/08 12h07 2020 Você está aqui: Home / Bem-estar Emanuel Vital Imprimir postagem

Sua máscara funciona contra a Covid-19? Aprenda a fazer um teste caseiro

As máscaras já se tornaram parte da rotina da maioria dos brasileiros. Para evitar a contaminação pelo coronavírus, várias cidades até adotaram multas para penalizar quem ainda resiste ao uso do item de proteção pessoal. Como a indicação é deixar as máscaras cirúrgicas para os profissionais de saúde, os modelos caseiros ganharam as ruas.

Porém, há várias maneiras e vários tecidos que podem ser usados para fabricar a proteção. A dúvida que surge é como saber se eles, de fato, funcionam? O cientista americano Bill Nye, conhecido como The Science Guy (o “cara” da ciência), sugere um teste simples que pode ser feito em casa para avaliar a troca de ar.

Segundo ele, se o usuário consegue apagar uma vela enquanto usa a máscara, é sinal de que o item não está evitando o escape de ar e nem a recepção, o que permite que as partículas com coronavírus sejam inaladas.

A recomendação da OMS é que o item seja composto por, pelo menos, três camadas, a depender do tecido utilizado.

casal usando máscara de proteção em tempos de coronavírus

“Os tecidos quando dobrados em duas camadas, proporcionam uma eficiência de filtração até cinco vezes maior em comparação com uma única camada do mesmo pano e essa eficiência aumenta de duas para sete vezes se for dobrado em quatro”, diz a entidade. A máscara deve ser confortável e cobrir nariz, boca, bochechas e queixo.

homem com lenço no rosto

Enrolar um lenço ou camiseta no rosto - É melhor do que nada, mas não é o ideal. Uma camada de algodão com 80 fios é uma das maneiras menos efetivas de bloquear o coronavírus. O mesmo estudo do aspirador de pó afirma que essa opção diminui em 44% o risco de contaminaçãoTanush Pasupuleti/ EyeEm/Getty Images

Máscara N95

Máscara N95 - É a opção mais recomendada, principalmente para profissionais de saúde. As fibras da máscara são unidas, há um filtro para conter patógenos e ela se encaixa perfeitamente no rosto. Segundo pesquisas, ela tem pelo menos 95% de eficiência. Porém, como a demanda pelo modelo tem sido muito alta, a recomendação é que a população evite comprá-la e deixe para os profissionais de saúde, que estão mais expostos ao vírus. Xinzheng/GettyImages.

 

Fonte: metrópoles


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas