Curta a nossa página
08/08 19h54 2017 Você está aqui: Home / Saúde Emanuel Vital e Maria Clara Imprimir postagem

Hospital de Oeiras realiza mutirão de cirurgias de varizes

O primeiro mutirão de cirurgias de varizes está previsto para acontecer no dia 19 de agosto, no Hospital Regional Deolindo Couto, em Oeiras. O procedimento será realizado em 100 pacientes moradores dos 17 municípios do Território Vale do Canindé.

A técnica que será utilizada para as intervenções cirúrgicas consiste na aplicação de espuma formada a partir do contado do líquido polidocanol com o ar “que aplicado de forma correta dentro do vaso sanguíneo promove o fechamento, diminuição e desaparecimento do vaso”, explica o médico Lázaro Laignier.

Utilizada no Brasil há cinco anos, em 2017 essa técnica passou a ser mais difundida tanto na rede particular como na rede pública de saúde. O tratamento é feito por um angiologista e um cirurgião vascular, com os mesmos resultados da cirurgia convencional, mas com algumas vantagens como não ser necessário grandes estruturas pra fazer o tratamento.

Outra vantagem que a técnica inovadora apresenta é que não precisa internar o paciente, “isso diminui muito os custos para o serviço público, porque não precisa contratar um anestesista, não ocupa leito hospitalar e promove uma volta rápida do paciente para o mercado de trabalho, desonerando o serviço de INSS e reduzindo os prejuízos do serviço particular porque o paciente vai ter um afastamento muito curto do trabalho”, disse Laignier.

“Os resultados são animadores, porque a gente consegue atingir com o tratamento de espuma, todas as faixas etárias, com alto índice de satisfação, atingindo o objetivo final do paciente, melhora da dor, do peso, do cansaço, diminuição da incidência de trombose”, disse o médico.

Para ter acesso às cirurgias de varizes, os interessados devem se dirigir ao hospital à partir desta quarta-feira (9) até o dia 14 (segunda-feira) no setor de marcação de consultas, das 7:30 às 17h e fazer o agendamento para triagem.

Avanços no atendimento à população

O mutirão faz parte das atividades mensais programadas pelo hospital que no mês de julho realizou mutirão com 360 consultas ortopédicas em três dias, atendendo adultos e crianças, e ainda seis procedimentos cirúrgicos. 

A oferta de mais procedimentos eletivos foi possível com a mudança de perfil do Hospital, o que fortaleceu a resolutividade na assistência ao paciente. “Com a saída da urgência para a UPA (Unidade de Procedimento Atendimento), o hospital está fazendo mais cirurgias eletivas, além de ofertar algumas especialidades, como ortopedia, cirurgia geral, infectologia, oftalmologia, com 80 consultas por mês. São áreas específicas que o Hospital está conseguindo avançar”, disse Alípio Sady, diretor geral do Hospital Regional Deolindo Couto, onde serão realizadas as cirurgias.

Outro importante avanço foi a reforma interna do setor de nutrição e a abertura de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que atende não só os pacientes de Oeiras, mas de toda região, evitando as transferências para Teresina.

 

ASCOM


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas