Curta a nossa página
21/01 10h09 2018 Você está aqui: Home / Polícia Emanuel Vital Imprimir postagem

PI: Homem oferece notas falsas no Facebook; paga R$ 200 e leva R$ 2 mil

Um homem identificado como Flávio Rocha está anunciando notas falsas no grupo Mercado Livre Teresina, no Facebook. De acordo com a postagem, os interessados podem pagar de R$ 200 a R$ 500 para receberem de R$ 2 mil até R$ 5 mil. Os valores seriam promocionais até o final deste mês.

O Portal O DIA entrou em contato com o homem através do número de celular anunciado no grupo. Pelo telefone, ele disse que não se chamava Flávio Rocha, mas quando foi questionado sobre a venda das notas falsas, pediu que falasse pelo Whatsapp.

A reportagem fingiu ter interesse em adquirir o produto e foi informada de que deveria primeiro depositar o valor para que ele enviasse as notas pelo Correios. “Você faz o depósito e manda o endereço, daí mando via Sedex 10. Como hoje é sábado, chega na segunda porque aqui em Fortaleza os Correios trabalham até meio dia”, explicou.

Para comprovar que não está aplicando um golpe no cliente, ele garante que manda o código de rastreio para que a pessoa acompanhe a hora e o dia que vai chegar a encomenda. “Vou ter que preparar as notas aqui, tenho que envelhecer elas. Só tem R$ 6 mil agora, o resto vendi tudo”, afirma o homem, como uma forma de agilizar a negociação.

Ao ser questionado porque usa o celular com DDD 86, se mora em Fortaleza, ele diz que tem medo de ser preso, mas garante que não haverá problema para o cliente. “Só não dá certo em Banco. Tem um cliente meu que passou aqui em Fortaleza foi R$ 10 mil de roupa e não deu nada. Minhas notas são perfeitas”, gaba-se.

No grupo do Facebook, o vendedor garante que as notas falsas passam no teste da luz negra e da caneta. Pelo Whatsaap, ele mandou fotos mostrando detalhes que fazem a nota parecer mais real.

O Portal O DIA repassou todas as informações para a Secretaria de Segurança.

 

O dia


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas