Curta a nossa página
26/06 12h53 2019 Você está aqui: Home / Educação Emanuel Vital Imprimir postagem

SINTE-PI aprova em Assembléia Geral continuidade da Greve e mobilizações

Os trabalhadores da rede estadual de educação, reunidos em assembleia, na manhã desta terça-feira (25/06) , no Clube do Sinte-PI, a categoria decidiu por unanimidade pela continuidade da greve na educação.

A categoria aprovou ainda a intensificação do movimento grevista com realização de visitas nas escolas que ainda parmanecem em funcionamento, panfletagem na capital e no interior, outdoor denunciando o descado com a educção, manifestação e acampamento em frente ao Palácio de Karnak.

Calendário de atividades: 02/07 - 9h - Assembleia Geral - eleger delegados/as para Congressos da CUT (Estadual e Nacional) 02/07 - 11h - 1º dia de ACAMPAMENTO - Local: Palácio de Karnak Panfletagens Manifestações

Durante esta semana os dirigentes sindicais, juntamente com membros da base, irão realizar mobilizações nas escolas levando panfletos, cartazes e conversando com os colegas trabalhadores em educação sobre a necessidade de fortalecimento do movimento grevista.

Na assembleia geral do dia 02/07/19, a categoria irá eleger os/as delegados/as que irão participar do 13º com Cut Congresso Nacional da Cut e Congresso Estadual, além dos informes das mobilizações na capital e nos Núcleos Regionais.

De acordo com a presidente do Sinte-PI, professora Paulina Almeida, "A greve está crescente. Mas nós precisamos continuar mobilizando a categoria para fortalecermos o movimento grevista. Algumas escolas estão funcionando parcialmente devido a grande número de professores celetistas. Nossa luta como montar loja virtual é pela valorização profissional e principalmente para que nossas escolas tenham condições dignas de funcionamento. Iremos lutar também contra a tentativa de privcatização que o governo do Estado quer fazer com as escolas públicas da rede estadual. A greve continua e seguirá firme na capital e nos núcleos.", afirmou Paulina.

A assembleia contou com ma participação de 20 Núcleos Regionais: Água Branca, Altos, Barras, Bom Jesus, Campo Maior, Canto do Buriti, Corrente, Demerval Lobão, Espertantina, Floriano, Jaicós, José de Freitas, Luzilândia, Oeiras, Picos, Piripiri, Regeneração, São João do Piauí, União e Valença. 

Na avaliação dos Núcleos Regionais, tantao na capital como no interior do Estado, a dificuldade em paralisar as tem mostrado resistência devido à quantidade de celetistas nas escolas, onde os efetivos são uma minoria. Por exemplo tem escola com 12 professores, onde 4 são efetivos e 8 são seletistas. Vale lembrar que os seletistas estão com salários atrasados há pelo menos três meses.

ASSÉDIO MORAL

A Secretaria Estadual de Educação, através das Gerências Regionais de Educação (GREs), tem feito assédio moral nos trabalhadores em educação que estão aderindo ao movimento grevista. As práticas vem acontecendo através de mensagens de whatsapp, telefonemas, utilizando nomes de outros colegas e ameaçando de devolução. A proposta da Seduc é desmobilizar o movimento grevista que vem crescendo na maioria das escolas. 

 

SINTE|ASCOM


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas