Curta a nossa página
23/12 10h10 2019 Você está aqui: Home / Cidades Emanuel Vital Imprimir postagem

PROCON vai fiscalizar postos de combustíveis no interior do Piauí

Os postos de combustíveis de Teresina onde foram constatadas irregularidades poderão pagar multas de até R$ 6 milhões. O PROCON (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) finalizou a "Operação Tira Teima: Combustível Legal” em 14 postos de todas as zonas da capital.

Dos postos fiscalizados, seis bombas de combustíveis foram interditadas, cinco tiveram amostras coletadas para análise por apresentarem algum tipo de alteração no percentual de álcool (etanol) na composição da gasolina vendida e um posto estava irregular por rompimento de lacre do INMETRO.

O chefe do setor de fiscalização do PROCON, Arimateia Arêa Leão, afirmou que as irregularidades em relação à qualidade e quantidade dos combustíveis são graves. Segundo ele, o consumidor perdia 200 ml a cada 20 litros, o que representa cerca de R$ 1,05.

“Nós tivemos cinco coletas onde a quantidade de etanol estava superior ao permitido pela ANP (Agência Nacional de Petróleo), que é de 27%. Foi encontrado 29, 30% de álcool. Isso é estar exercendo vantagem sobre o consumidor. O consumidor está comprando gasolina e levando etanol. O etanol evapora mais rápido. O consumo desse carro vai aumentar. E também uma grande quantidade de produtos vencidos, cervejas refrigerantes, água, vencidos há mais de ano. Dos 14 postos, 60% foi encontrado irregularidades”, informou Arimateia.

Posteriormente serão divulgados os nomes dos postos fiscalizados. O consumidor que tiver nota fiscal comprovando que abasteceu naquele determinado posto pode procurar o PROCON para pedir indenização. Segundo Arimateia Arêa Leão, serão planejadas outras operações para o interior do Estado, onde há reclamações.

 


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas