Curta a nossa página
09/04 10h36 2020 Você está aqui: Home / Saúde Emanuel Vital Imprimir postagem

Governo confirma 38 casos de infecção e 6ª morte por coronavírus no Piauí

O Piauí registrou crescimento do número de casos de infecção pelo novo coronavírus, com 38 testes positivos e a sexta morte confirmada por Covid-19. A vítima é um homem de 56 anos, de Teresina e com identidade preservada. Ele já estava entre os casos confirmados anteriormente pela Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi). 

O novo boletim da Sesapi trouxe o resultado de 129 exames - 122 foram descartados e outros 7 confirmados. O aumento dos números acompanha o crescimento do volume de testes feitos pelo Laboratório Central do Estado (Lacen), que começou a funcionar durante 24 horas e praticamente triplicou a média de resultados divulgados por dia em relação a semana passada. 

Os 8 novos casos são todos de Teresina. Desses, três mulheres com 22, 26 e 37 anos - bem abaixo dos 60 anos de idade, considerado grupo de risco. O contrário ocorre com os quatro homens que passaram a integrar as estatísticas da Sesapi - eles possuem 64, 69, 70 e 91 anos. 

Não há novos municípios com casos confirmados. Parnaíba, São José do Divino, Piracuruca e Campo Maior tiveram pacientes com teste positivo para o novo coronavírus. 

Foram quatro mortes de Teresina, uma de Parnaíba e outra de São José do Divino - o prefeito Antonio Felícia (PT) foi o primeiro a ter teste positivo para Covid-19 no estado, informação checada e reconfirmada pelo Cidadeverde.com nesta quarta-feira (8), após a divulgação nas redes sociais de um vídeo manipulado que colocava em dúvida essa informação.  

Nesta quarta-feira (8), a Sesapi deixou de divulgar o número de casos suspeitos. O boletim do dia saiu com os resultados de todas as amostras que entraram no Lacen até 13h. O secretário da Saúde, Florentino Neto, anunciou que o laboratório deverá fornecer resultados em até 48 horas após o recebimento das amostras.

"Não vamos dar resposta só em 48 horas. Mas o nosso objetivo é que independente do número de amostras que possamos receber, esse prazo de resposta do Lacen, não será superior a 48 horas", disse Florentino Neto, explicando que o recebimento de amostras será feito a partir de 7h da manhã.

A intenção da Sesapi é reduzir a fila de casos suspeitos e aumentar a testagem, considerada fundamental pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para controle do avanço do novo coronavírus e, consequentemente, adoção de medidas adequadas para impedir o avanço de casos além do que os leitos dos hospitais possam suportar.

O número de pacientes curados só será divulgado pela Sesapi após o Ministério da Saúde - que também não divulgou tal estatística - definir o protocolo a ser adotado para todos os estados nessa situação.    


Cidadeverde.com


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas