Curta a nossa página
13/04 17h37 2020 Você está aqui: Home / Educação Emanuel Vital Imprimir postagem

Governo lança programa para distribuir merenda escolar a estudantes da rede estadual no Piauí

O governador Wellington Dias e o secretário de Educação, Ellen Gera, lançaram nesta segunda-feira (13), o programa Merenda em Casa que vai destinar alimentação para 59 mil estudantes matriculados na rede pública estadual. O valor do investimento é de mais de R$ 3,5 milhões de reais e vai atender, inicialmente, alunos com famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família.

A medida, de caráter emergencial, ocorre em virtude da suspensão das aulas em todas as 658 escolas da rede estadual do Piauí, como forma de conter a propagação do novo coronavírus.

“As famílias receberão o valor de R$ 60 por estudante para a compra de alimentos a partir de 16 de abril. Os repasses serão oferecidos enquanto as aulas seguirem suspensas nas escolas”, destacou o governador.

Para identificar os alunos, houve um cruzamento de dados entre as bases da Secretaria de Estado da Educação e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social. Desta forma, as duas Secretarias identificaram os estudantes em situação de extrema pobreza inseridos no programa Bolsa Família.

“Vamos beneficiar inicialmente mais de 50 mil famílias nessa primeira fase. Com o pagamento do auxílio, o nosso objetivo é garantir que os alunos mais vulneráveis, que se alimentam diariamente nas escolas, não fiquem desassistidos. Isso vai dar poder de compra às famílias e vai ajudar também a movimentar a economia”, acrescentou Wellington Dias.

O acesso ao programa Merenda em Casa será por meio do aplicativo Carteira BB, desenvolvido pelo Banco do Brasil, que estará disponível para o download em qualquer smartphone, a partir desta terça-feira, 14 de abril.

“Não precisa ir ao banco. Não precisa ter conta no Banco do Brasil, a pessoa precisa apenas baixar o aplicativo no celular. A conta deve ser criada no nome do responsável por receber o Bolsa Família, ou seja, o cadastro do aplicativo tem que estar com o mesmo nome e CPF [Cadastro de Pessoa Física] da que consta no cadastro do Bolsa Família. O recurso vai estar disponível para ser utilizado a partir do dia 16 de abril. Pelo aplicativo as famílias poderão sacar, transferir ou utilizar o valor para fazer compras em estabelecimentos comerciais”, explicou o secretário Ellen Gera.

Para saber se o estudante receberá o auxílio, as famílias poderão acessar o site da Seduc no endereço https://www.seduc.pi.gov.br/merendaemcasa e realizar a consulta utilizando o CPF do responsável por receber o Bolsa Família.

Dúvidas sobre o programa podem ser solucionadas por meio do e-mail ouvidoria@seduc.pi.gov.br ou pelo whatsapp: (86) 98858-7137.


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas