Curta a nossa página
20/05 20h20 2020 Você está aqui: Home / Política Emanuel Vital Imprimir postagem

Adiamento das Eleições 2020; Propostas de piauienses serão discutidas

O presidente da Câmara,Rodrigo Maia anunciou nesta terça-feira (19) a criação de um grupo de trabalho no Congresso Nacional que será responsável por discutir o adiamento das eleições municipais , por conta da pandemia do novo coronavírus. De acordo com ele, a maioria dos líderes da Casa defende o adiamento, desde que os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores não sejam prorrogados.

Entre as propostas que devem ser analisadas pelo grupo de trabalho, que será composto por deputados e senadores, duas foram apresentadas por parlamentares piauienses, os senadoresElmano Ferrer (Podemos) e Marcelo Castro (MDB).

Elmano protocolou no Senadouma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que defende a transferência das eleições municipais para 2022 , prorrogando os mandatos dos atuais e vereadores e prefeitos e possibilitando a realização de eleições gerais no Brasil.

Já o senador Marcelo Castro (MDB) apresentou, no Senado Federal, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que transfere para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a decisão de adiar as eleições municipais de 2020.  Hoje, cabe ao Congresso deliberar sobre o tema. Para Marcelo Castro, adiamento, se necessário, permitiria que as próximas eleições fossem realizadas com segurança para todos os cidadãos.

Pelo atual Calendário Eleitoral, o primeiro turno das eleições está marcado para 4 de outubro e o segundo turno, nas cidades onde houver necessidade, acontecerá no dia 25 do mesmo mês.

“Tem que ser uma eleição diferente”, defende Ciro Nogueira

O senador Ciro Nogueira, apesar de não ter formalizados propostas a respeito dos rumos das eleições municipais, defende que a discussão deve ser agilizada pelo Congresso Nacional. Presidente nacional do Progressistas, Ciro se reuniu nos últimos dias com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, para tratar sobre a temática.

Entre os pontos defendidos por Ciro Nogueira está o de que, por conta das recomendações das autoridades de saúde, não será possível realizar as eleições em um único dia. Além disso, na avaliação do senador, a campanha eleitoral e as convenções partidárias também devem sofrer alterações. Para ele, é preciso criar as condições necessárias para a realização das eleições.

“Tem que ser uma eleição diferente. A questão das convenções e o próprio decorrer da campanha vai ser diferente. Com relação ao dia da eleição, não temos como realizá-la em apenas um dia. Eu acho que precisaremos ter uma eleição em dois dias, até para evitar aglomerações. É uma série de situações que nós temos que pensar agora”, avalia.

 

O dia


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas