Curta a nossa página
28/05 15h49 2020 Você está aqui: Home / Política Emanuel Vital Imprimir postagem

“É o caminho da morte”, diz Wellington sobre volta desordenada do comércio

O Governador Wellington Dais se posicionou após a manifestação realizada por empresários e trabalhadores na manhã desta quinta-feira (28) em frente à prefeitura de Teresina, e afirmou que a volta desordenada do comércio é o "caminho da  morte para dezenas de pessoas”.

Por meio das redes sociais, o governador disse que sabe dos efeitos que a pandemia do novo coronavírus tem causado na economia do estado e ressalta que o governo trabalha com responsabilidade para a reabertura com segurança.

“Compreendo a angústia e os prejuízos econômicos, pelo setor público também recebo os reflexos e sei do impacto social. A volta desordenada, por outro lado, é o caminho da morte para dezenas de pessoas. Parecem duas coisas e não são. O vírus que causa a doença COVID-19, que não tem vacina e nem um remédio específico, é o inimigo comum, da Saúde e da economia. Estamos, com responsabilidade, tratando da retomada, e com os protocolos já bem andados e dialogando com empreendedores e trabalhadores” escreveu o governador.

Segundo Wellington, o Piauí teria um grande número de mortes caso não tivesse adotado medidas mais rígidas de isolamento para conter o avanço da doença. O governador disse ainda que se preocupa também com a saúde dos trabalhadores.

“Quantos trabalhadores estavam na manifestação? Me preocupo com empreendedores, mas também com os trabalhadores. Olhando para o Brasil, o Piauí teria cerca de 850 óbitos se não tivéssemos adotado as medidas que adotamos, evitamos mais de 700 mortes. Quanto vale uma vida?”, disse o governador.

 

Viagora


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas