Curta a nossa página
31/07 15h24 2020 Você está aqui: Home / Geral Emanuel Vital Imprimir postagem

Falta de médicos e contaminação de abrigo deixa Picos e Floriano em alerta

Os municípios de Floriano e Picos estão em estado de alerta vermelho nas últimas horas. Duas situações provocaram 100% da ocupação de leitos de UTIs nos municípios, comprometendo o socorro aos pacientes. 

Em Picos, um abrigo que atende idoso registrou um elevado índice de contaminação do novo coronavírus que provocou a internação dos idosos, elevando a ocupação dos leitos. Cerca de 10 pacientes que estavam no abrigo estão internados no hospital Justino Luz, que tem 35 leitos clínicos e 20 de UTIs. 

Em Floriano, que já registrava alto índice de transmissão da Covid-19, o hospital Tibério Nunes está com ocupação de leitos no limite.

O secretário Estadual de Saúde, Florentino Neto, informou que dos 10 idosos internados no hospital de Picos, somente um permanecerá no hospital. Os outros idosos apresentaram melhora da Covid e irão para um local que será definido pela Secretaria de Saúde do Município e pela  Fundação Hospitalar do Piauí (Fepiserh).

"Os idosos não podem voltar para o abrigo porque estão na fase de transmissão, mas o deputado Pablo Santos e a Secretaria Municipal de Saúde de Picos articulam uma unidade de igreja católica para receber os idosos", disse Florentino.

De acordo com Florentino a situação de Floriano gera também cuidados, já que a Sesapi tem 10 leitos de UTIs para funcionar e não encontra profissionais de saúde para contratar.

"Temos a capacidade de aumentar mais leitos clínicos em mais 15 e temos a capacidade de colocar em operação neste momento 10 leitos de UTis e já estão montados com todas as condições de operar, mas faltam profissionais médicos", afirmou.

O secretário disse ainda que nesta sexta-feira a Sesapi estava voltada para resolver o problema de Floriano. 

"Estamos numa força tarefa para resolver o problema. A Sesapi já colocou 10 leitos de UTI exclusivamente para Covid em Floriano e temos mais 10 leitos prontos com a dificuldade, neste momento, de falta médicos, uma dificuldade em todo o País".

Diante a escassez de profissionais, Florentino lembrou que o governo do estado já pediu ajuda do governo federal para enviar profissionais de outros estados para o Piauí. 


Cidadeverde.com


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas