Curta a nossa página
18/11 19h46 2020 Você está aqui: Home / Política Emanuel Vital Imprimir postagem

Candidata que perdeu por 8 votos alega fraude e pede recontagem à Justiça Eleitoral

A candidata a prefeita de Água Branca,  Margareth do Zito (Republicanos), ajuizou recurso na Justiça Eleitoral do Piauí pedindo recontagem de votos no município.  

Margareth perdeu a eleição para Junior Ribeiro (PSD) em uma disputa acirrada de apenas oito votos de diferença. Além da recontagem, a candidata alega fraude e pede à Justiça Eleitoral a impugnação da seção nº 108 e auditoria na urna eletrônica. 

O recurso se baseia na ausência do boletim da urna.  Consta no pedido a Certidão assinada pelo chefe de cartório da 52ª Zona Eleitoral, Stallon Lima Vasconelos, onde ele certifica que  "as vias obrigatórias do boletim de urna da seção nº108 do município de Água Branca não constam dentre os materiais enviado pelo(a) presidente para Junta Apuradora em 15/11/2020 por ocasião das eleições municipais 2020".

"A ausência dos boletins de urnas somente foi tornada pública com a expedição da certidão pelo cartório eleitoral, sendo aplicável o prazo de 2 dias para apresentação da impugnação. Por fim, registre-se que o prejuízo advindo da ausência do boletim de urna é incito, pois não se trata de mera formalidade, mas da possibilidade de efetiva fiscalização e aferição da regularidade. A ausência da documentação obrigatória coloca em discussão a própria lisura do sistema de contagem de votos, pelo qual se conclui ser necessária a realização de perícia técnica para aferir a regularidade da urna da Seção Eleitoral nº 108, verificando-se o resumo digital (hash), a assinatura digital, a recontagem dos votos por meio do Registro Digital do Voto, e a comparação da recontagem do RDV com o resultado divulgado pela Justiça Eleitoral no último domingo", destaca o pedido.

 O Boletim da Urna é o relatório impresso por equipamento acoplado à parte interna da urna, contendo dados como: data da eleição; identificação do município e da zona e seção eleitorais; data e horário de início e encerramento da votação; código de identificação da urna; número de eleitores aptos a votar; número de votantes na seção; a votação individual de cada candidato; os votos para cada legenda partidária; os votos nulos; os votos em branco; a soma geral dos votos.

"Suspeitamos de fraude no resultado da eleição, pois o resultado não condiz com o sentimento da população e com o que era dado como certo pelas pesquisas e o cenário político na cidade, que era a vitória da Margareth. A urna 108 não obedeceu os requisitos exigidos pelo TRE após o final da votação", disse ao Cidadeverde.com o candidato a vice de Margareth, Ivon Lendl.

No último domingo (15) Júnior Ribeiro recebeu 6.104 votos (49,71%), e Margareth do Zito, 6.096 (49,65%),  segundo os dados do Tribunal Superior Eleitoral. 

Veja aqui o pedido


cidadeverde.com 


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas