Curta a nossa página
13/01 12h48 2018 Você está aqui: Home / Comunicando Camila Marques Imprimir postagem

Projeto desenvolvido com jovens de Oeiras é destaque na Europa

Você está aqui: Home / Comunicando - com Camila Marques

O Projeto Jovens Radialistas do Semiarido desenvolvido pelo Instituto Comradio do Brasil e ONG Suíça Bruck Lepont tem feito a diferença com jovens de oeiras e cidades vizinhas.

O sucesso do Projeto Jovens Radialistas do Semiarido foi destaque em Jornal europeu. A matéria assinada pelo jornalista, Andreas Jahn, tem como título: " A paixão de Camila" que retrata o sonho da jovem Camila Marques em crescer fazendo comunicação na cidade de Oeiras.

Confira Matéria na íntegra

O sol queima incansavelmente em Oeiras no almoço. A temperatura de 41 graus Celsius faz qualquer trabalho de tortura. Como se as pessoas desta pequena cidade no Nordeste do Brasil não tivessem tido problemas suficientes para lidar com suas vidas diárias: a crise econômica e social profunda que o Brasil está experimentando atualmente também deixou sua marca nesta área rural. O desemprego é alto, especialmente entre os jovens. Isso seduz um pouco para pequenos crimes e vícios de drogas. Como quase não há oportunidades educacionais, muitos jovens deixam a área semi-seca e migram para as grandes cidades.

A sala onde trabalha Camila Marques tem ar condicionado - e as paredes são à prova de som. Camila é apresentadora em uma pequena estação de rádio. A jovem de 23 anos tem sonhado em se tornar um jornalista desde a infância. Dois anos atrás, ela chegou um passo mais perto de seu sonho: graças ao projeto Comradio von Brucke Le pont , ela conseguiu completar um aprendizado em comunicação. Ela abriu um novo mundo para ela: "Este curso foi um presente. Ele despertou a grande paixão pela comunicação em mim ", diz Camila hoje.

Dez famílias controlam a mídia

Em um país como o Brasil, uma paixão como esta geralmente é reservada para os habitantes das cidades ricas, porque o treinamento é caro. Além disso, cerca de dez influentes famílias empresariais controlam a mídia mais importante do país. O Brasil ocupa o 103º lugar no ranking da liberdade de imprensa de 2017 de "Repórteres Sem Fronteiras" - ou seja, não é um pré-requisito para a carreira de um jornalista aspirante a mentalidade crítica.

Mas Camila sabe o que ela quer. Dentro de pouco tempo, ela aprendeu o ofício de relatórios de vídeo e rádio e encontrou sua posição atual como apresentadora na estação de rádio local Rádio Cristo Rey FM. Ela está encantada com o trabalho: "Eu trabalho felizmente todas as manhãs porque eu faço o que eu amo. Um dia em que eu posso moderar programas e fazer relatórios é um dia cumprindo para mim. "Com a rádio local, ela agora pode ganhar uma experiência importante para sua carreira futura.

Quando você observa a pequena jovem no trabalho, você vê imediatamente: Camila está em seu elemento. Flink procura por ela no computador, a próxima música e moderadamente afirmada em uma nova missão. Isso nem sempre foi o caso. Ela diz: "No começo eu tinha muito medo de falar ao vivo".

Por último, mas não menos importante, Jessé Barbosa é responsável por esse desenvolvimento. O co-diretor do Instituto Comradio do Brasil , a organização parceira de Brücke · Le Pont, acompanhou acompanhadamente Camila em seu curso. Camila respeita profundamente o seu antigo mentor. Por último, mas não menos importante, ela assumiu seu credo de que a comunicação sempre deve ter um componente social e de desenvolvimento também.

Camila Marques. Foto: Bruck Lepont

Água e uma estação de rádio

Quando perguntado sobre isso, Barbosa lembra seu próprio momento jornalístico chave: "Durante uma pesquisa, encontrei um questionário público. Muitas comunidades foram questionadas sobre quais as necessidades mais urgentes dos moradores. O desejo mais urgente de uma comunidade rural pobre era - além do acesso a água limpa - para iniciar sua própria estação de rádio. Isso me impressionou tanto que eu dirigi lá e fiz um documentário sobre a comunidade e sua idéia. E, de fato, hoje, apesar dos recursos limitados, a vila executa sua própria estação de rádio. "Barbosa confirmou essa experiência em sua suposição de que todas as pessoas precisam de comunicação - especialmente aqueles cuja voz geralmente não é ouvida.

Por exemplo, a voz do jovem desempregado em Oeiras. Camila quer se concentrar em seu novo envolvimento jornalístico e social. Ela quer compartilhar seus conhecimentos e ajudar outros jovens. Primeiro, juntamente com outros alunos, ela fundou a página de fãs do Facebook @SaberSerAmigo ("Sabendo como ser um amigo"). A página discute a importância das amizades na prevenção da toxicodependência e tráfico de drogas de jovens em Oeiras. Um tema cada vez mais relevante no contexto da crise. Camila e seus amigos não fazem isso de forma instrutiva ou com exemplos dissuasivos, mas sim falam a língua dos próprios jovens quando publicam textos, memes ou entrevistas em vídeo.

 


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Publicações relacionadas