Curta a nossa página
28/02 15h56 2020 Você está aqui: Home / Opinião Opinião Imprimir postagem

A Importância do trabalho coletivo para uma educação de resultados

Você está aqui: Home / Opinião - com Opinião

A Importância do trabalho coletivo para uma educação de resultados

 

*Por; Girlene Lima Tapety

 

Temos vivido grandes transformações no contexto educacional de nosso município e isso se deve certamente por uma construção de novas propostas e práticas pedagógicas. Parte desse fenômeno está ligado a uma gestão eficiente, que articula e norteia o ensino de forma que ele aconteça de fato em rede. Outra parte se deve ao trabalho desenvolvido em grupo. Cada ação é planejada e dialogada de forma que cada docente seja um copartícipe nos planos de ação.

Rausch e Schlindwein(2001) confirmam os efeitos das discussões grupais. Segundo eles, esse tipo de ação visa uma reflexão para o aprimoramento das ações pedagógicas. A teoria é importante, mas é a troca de ideias e de experiências que aprimoram eficientemente o fazer em sala de aula.

No grupo, pode-se compartilhar erros e acertos e refletir sobre eles, estimulando uma prática pedagógica comprometida com a educação de qualidade. Deve-se lembrar de que um indivíduo nunca está completamente só, sempre precisa do outro para compartilhar ideias e buscar afinidades.

Sendo assim trabalhar com o próximo só acrescenta conhecimentos. Acontecem junções de ideias, compartilham-se soluções e resultados. É uma prática que agrega coisa boa dentro do espaço escolar.

Depois da nova gestão educacional municipal da cidade de Oeiras-PI, a Escola Municipal Juarez Tapety começou a vivenciar uma fase de organização na gestão administrativa e pedagógica, fazendo-nos observar que quando se tem um grupo gestor articulado, organizado, competente com professores integrados e motivados, tudo anda bem, ou seja, com o trabalho coletivo tudo isso significou um novo começo, uma renovação para todos. Arrumar a casa para poder enxergar o que precisa ser concertado e mudado definitivamente.

Parafraseando uma citação do autor Ilan Brenman, escritor cujas obras estão sendo estudadas ao longo de todo o ano no Projeto “Aprendendo Com”, e o grande homenageado da Feira Literária de Oeiras em 2019: “Se quiser ir rápido, ande sozinho se você quiser ir longe ande em grupo”. Esse provérbio africano, que abre o livro “A amizade eterna e outras vozes da África”, provoca uma reflexão sobre a importância do trabalho coletivo, enfatizando que nós conseguiremos muito mais rápido chegar aos nossos objetivos comuns dando a mão uns aos outros. 

Confirmando isso, Vygotsky coloca que “a prática pedagógica está alicerçada no sócio- interacionismo, pois é uma teoria de aprendizagem que se dá em contextos históricos, sociais e culturais cujo foco dessa teoria está na interação social. O pensador fez seus estudos baseando-se no materialismo-histórico dialético de Marx e Engels. Eles afirmavam que as mudanças históricas sociais ocorridas dentro de uma sociedade influenciam o comportamento dos indivíduos. Daí a importância de se desenvolver um trabalho pautado nesse parâmetro pedagógico.

Com esse compromisso, o professor precisa desenvolver projetos focando as suas práticas de forma coletiva, envolvendo-se com todo o colegiado e incentivando também essa mesma relação com as crianças e adolescentes. Confiar no outro é importante para o ser humano. Somos seres sociáveis e vivemos a comunicabilidade e sem ela não repassaremos nada a ninguém. Devemos usar essa necessidade humana em prol da melhoria da nossa qualidade de vida, da educação e da aprendizagem dos alunos. Isso nos trará mais prazer profissional e uma constatação satisfatória de dever cumprido.

Na escola Juarez Tapety, por exemplo, atividades coletivas tem sido desenvolvidas nesses últimos anos de tal forma que os resultados em educação melhorou vertiginosamente a imagem da escola diante da comunidade.

Freitas(2008) esclarece que a “assimilação da experiência alheia só pode acontecer através do outro, portanto, o outro é imprescindível”. A solidificação do trabalho coletivo se dá pedagogicamente a cada ação praticada e promove não apenas a aprendizagem dos alunos, que é o objetivo maior da educação, mas também a promoção do aprendizado dos professores que pode ser obtido por meio do diálogo e da proposta de soluções do grupo.

É preciso lembrar que as proposições eficazes são mais fáceis de serem apresentadas por meio de várias cabeças atuando juntas.

Mesmo diante de dificuldades e de uma sobrecarga de responsabilidades no sistema educacional, sobretudo nos últimos anos. Nós temos presenciado muitas mudanças aqui, fruto do direcionamento e monitoramento pela equipe supervisora da Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

Existe, na rede, projetos como o “Nenhum Aluno Para trás”, “Fortalecer Para Crescer” e “Aprendendo Com” que oportunizam o colegiado a se envolverem de forma efetiva. Esses projetos ditam e dinamizam as ações da rede, objetivando o envolver de todos os professores, diretores e coordenadores da rede de forma integralizada e interdisciplinar, fazendo com que todos tenham algo a fazer, co-responsabilizando todos da gestão escolar.

A partir da experiência vivida como professora de uma escola pública de tempo integral, ressalto a importância da constituição de grupos de formação no espaço escolar. Quando um grupo tem como sustento a liberdade, oportuniza cada um dos integrantes a possibilidade de colocar-se e se expor, sempre vinculados por um laço social. Tomar consciência dos problemas, dos conflitos e das dificuldades e assumir a corresponsabilidade da busca de possíveis soluções, são instâncias que possibilitam integração de grupo.

 “Quando um grupo de professores, nas escolas, se arriscam a produzir de forma coletiva, as ações, tem como consequência a promoção do desenvolvimento da autonomia profissional coletiva” (Davini, 2001).

Diante das transformações bem percebíveis na escola Juarez Tapety, acredito que o professor atual precisa ter formações reflexivas que fomente o conhecimento e que as suas práticas sejam apoiadas, se estiver ligada à luta por maior justiça social com o propósito de diminuir o abismo na qualidade da educação. Nesse sentido, o ponto de trabalho desenvolvido não só pela escola aqui citada como também de toda a rede municipal atual deve sempre ter como pano de fundo a inclusão de todos os alunos e todos os professores na tentativa de construir uma escola acolhedora para todos e só assim termos o real papel da escola cumprido, que é formar cidadãos críticos, conscientes, dotados de habilidades e competências e aptos a concorrências no decorrer da vida.

 

(Texto produzido por Prof.ª. Girlene Lima Tapety - Graduada em Letras Português e Pedagogia pela Universidade Estadual do Piauí- UESPI, Especialista em Linguística Aplicada ao Ensino e Gestão Educacional pela Universidade Federal do Piauí - UFPI)

 


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Publicações relacionadas