Curta a nossa página
28/05 20h20 2020 Você está aqui: Home / Boletim Online SINTE|Oeiras Imprimir postagem

SINTE emite nota de repúdio à redução de salários no Piauí

Você está aqui: Home / Boletim Online - com SINTE|Oeiras

O Sinte Piauí, vem a público manifestar o seu veemente REPÚDIO às medidas estabelecidas pelo governo Wellington Dias, envolvendo cortes nos salários dos servidores ativos e descontos nos proventos dos aposentados, supostamente, para custear a crise sanitária causada pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

O governo do Piauí, maquiavelicamente, usa como artifício o combate à emergência sanitária, para achatar ainda mais, não a curva da doença, mas os subsídios dos servidores piauienses ativos e aposentados, um processo de arrocho salarial que está sendo processado antes da pandemia.

Esta postura marca um franco ataque a classe trabalhadora deste estado, há meses denunciado pelo Sinte Piauí, pela perversidade similar ou até pior do que a perpetrada por governos anteriores, aumentando a crise sanitária e desfavorecendo o enfrentamento concreto à Covid-19.

Os servidores do estado do Piauí padecem com reformas, descontos e, agora, com o álibi de pandemia, cortes. Consequentemente, os servidores do estado terão acentuadas as dificuldades para manter a sua sobrevivência.  

Nesta perspectiva, este nefasto governo para a classe trabalhadora, vai de encontro a distintas recomendações técnica, até do próprio Fundo Monetário Internacional, que destacam como necessidade imperiosa no curso da pandemia, a garantia de renda e salários para os trabalhadores. A linha oposta, assimila a política econômica ultraliberal, se aproveitando da crise para reduzir salários.

Apelar para a redução salarial, além de degradar as condições de vida dos servidores ativos e aposentados e de suas famílias, deixa evidente o quanto é insano e monstruoso jogar a conta da pandemia sobre as costas do trabalhador piauiense.

O governador Wellington Dias pode e deve, por obrigação, no atual cenário, procurar soluções emergenciais no combate a crise sanitária, contudo, não pode, levianamente, se aproveitar desta obrigação para aumentar a perseguição que há anos exerce sobre os servidores e servidoras do Piauí.

Dessa forma, o Sinte Piauí mantendo-se aguerrido em prol dos trabalhadores e trabalhadoras em educação da rede estadual, REPUDIA os atos insanos de redução salarial, especialmente pela categoria já ter sido, criminosamente, penalizada pela Reforma da Previdência.

 

Teresina, 26 de maio 2020.

Diretoria Sinte Piauí

 


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Publicações relacionadas